A criança precisa de condições estéreis?

Você sabe que crianças que cresceram em condições estéreis estão doentes com muito mais frequência?

Você faz de tudo para criar um bebê seguro Quarta-feira Todos os dias limpeza e desinfecção. Nem um único micróbio vai se infiltrar na casa. E o que acontece? Agora a temperatura na criança, então ranho, então minha garganta dói …

E o vizinho aspira uma vez por semana, a poeira limpa o máximo possível, o cachorro corre pela casa espalhando a infecção. Sobre brinquedos e conversa nada, todos os cães são lambidos. E o vizinho não vai ao hospital: crianças Não fique doente.

Eles queriam o melhor. Como tudo começou …

Finalmente, o bebê foi retirado do hospital. No quarto o recém-nascido está esperando fraldas estéreis, coletes e um boneco. Antes de pegar o bebê nos braços, eles se lavam com sabão. É proibido beijar na bochecha. Sem visitas de parentes! Estes portadores de infecção não cruzarão o limiar de sua casa por muito tempo hora.

O bebê está crescendo. Ele conseguiu os primeiros brinquedos – chocalhos estéreis. A sala ainda está molhada todos os dias limpeza usando os desinfetantes mais recentes.

É hora de rastejar. Aqui o bebê está esperando uma surpresa – cercadinho. Não, ele não irá, como outras crianças, explorar o mundo de bom gosto e toque. Afinal, é perigoso, germes estão por toda parte! Ele é destinado a esterilizados “celular”.

A criança começou a andar. Agora a desinfecção é a coisa de suma importância. O inimigo não vai se esconder! Mãe mal em pé está de pé, mas ela acredita firmemente que os micróbios não têm lugar ao lado dela o garoto.

O bebê cresceu. É hora do jardim de infância. Mas não aqui foi!

Quatro dias no jardim – duas semanas em licença médica. E esse algoritmo se repete com horrível regularidade.

Gostaria de perguntar: como uma criança desenvolverá imunidade se nem familiarizado com germes? E quão justificados são esses esforços para mantendo-se limpo?

Os micróbios são realmente assustadores?

A ironia! Filhos criados em famílias disfuncionais onde não sabem o que é limpeza e ordem raramente fica doente.

Os germes e bactérias são realmente assustadores?

  1. Em primeiro lugar, se o bebê for privado de contato com substâncias nocivas microorganismos, ele é privado e útil. Afinal, eles não são você vai classificar.
  2. Em segundo lugar, em contato com “pragas”, a criança é formada imunidade a muitas doenças cujas cepas são as mesmas bactérias e germes.

Por que estamos com medo?

A razão pela qual os pais criam condições estéreis para bebê – medo.

– Pequena. E se ele ficar doente. – E começa … desinfecção pisos, paredes, brinquedos e tudo o que pode entrar em contato com bebê Como resultado, pelo que eles lutaram, eles encontraram algo. O diagnóstico é rinite alérgica, asmática e crônica. No melhor dos casos, frequentemente criança doente.

Por que isso está acontecendo?

Os germes são inimigos ou amigos?

No útero, o bebê herda imunidade inespecífica. Depois específico do nascimento (adquirido) é formado.

Conhecendo o mundo do paladar e do tato, o bebê se familiariza com a microflora. Alguns microrganismos têm um efeito benéfico, outros não. Com O último sistema imunológico luta, produzindo anticorpos. Externamente isso nem sempre é perceptível. Mas nas células de um organismo em crescimento constantemente há uma luta. São esses anticorpos que formam o adquirido migalhas de imunidade. Quanto mais diversos os micróbios no ambiente da criança, mais sistema imunológico mais amplo. Portanto, é importante criar um ambiente limpo condições, mas não estéreis, para que o bebê se familiarize com uma ampla um espectro de bactérias em pequenas quantidades.

Quando uma criança cresce em um ambiente estéril, ela é como um alienígena no seu próprio planeta. Nada em casa não ameaçado. Saindo, mergulha no mundo dos alienígenas agressivos microrganismos. Quanto tempo ele vai durar? 4 a 8 dias? E então ele à espera de um regime em casa, remédios … Falta de ar fresco e antibióticos inibem o sistema imunológico. A criança se recuperou – todos de uma nova maneira.

Limpo e estéril não são a mesma coisa.

O erro das jovens mães de ouvir uma coisa e ouvir outra. Existe uma diferença entre condições sanitárias e estéril.

  • Manter a limpeza envolve limpar a sala como poluição. Vimos lixo no chão, poeira nas prateleiras – vácuo, limpe com um pano úmido. O mamilo caiu no chão, o bebê deixou cair o brinquedo – Enxágüe com água fervida quente.

Muitos pais têm medo de ter animais de estimação. Contando amigos peludos vendedores ambulantes de infecção. Não prive o filho da comunicação com nossos irmãos menor. Eles não apenas trazem alegria, mas também expandem a microflora do bebê. Sim, eles têm germes! Nada para se preocupar. Considere-os seus amigos.

  • Vale a pena usar desinfetantes no quarto das crianças se livrar da infecção, se necessário. Quando ela mesma já apareceu. Geralmente após ou durante a licença médica.

Nas últimas décadas, o número de pessoas alérgicas está crescendo. Cientistas traçar a dependência da doença da paixão excessiva nesses limpeza das famílias. O fato é que a indústria química utiliza substâncias agressivas como componentes: peróxidos, fenóis, álcoois. Se o corpo e as mãos puderem ser protegidos com água, basta enxaguar da superfície, o sistema respiratório está desarmado. Mas evaporando, esses partículas se depositam nos pulmões. Então pense: no que seus filhos respiram condições estéreis.

Like this post? Please share to your friends:
Leave a Reply

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: