Criança insegura: como ajudar uma criança a se tornar mais confiante

Para o desenvolvimento bem-sucedido da psique da criança, suas habilidades é necessário que o bebê se sinta confiante, não tenha medo para provar a si mesmo, suas habilidades, esforçadas para o melhor, foi aberto e honesto. Adultos incertos geralmente crescem de incertezas filhos

Conteúdo do artigo

  • 1 Como entender se seu filho está confiante
    • 1.1 De onde vem a incerteza?
  • 2 Como ajudar seu filho a ficar mais confiante
    • 2.1 Qualidades que caracterizam uma criança autoconfiante
  • 3 Recomendações: como criar uma criança de sucesso adulto
  • 4 Vídeo: Como incutir confiança nas crianças e em seus filhos forças? Parentalidade. Escola da mãe

insegurança infantil

A dúvida é uma visão discreta de capacidades e capacidades próprias.

A autoconfiança é uma qualidade importante para uma criança, que indica que ele se valoriza, é responsável por suas ações, pronto para lidar com os problemas da vida. Desenvolvimento de confiança em o bebê deve começar cedo. Esse traço de personalidade continua a se desenvolver ao longo da vida. Claro que pode tornar-se qualquer criança, independentemente do sexo e idade.

Você não pode ver as notas de incerteza em uma criança imediatamente, os pais nem sempre são capazes de reconhecer uma situação em que a criança já está ajuda necessária.

Pessoas constantemente experimentando indecisão, duvidando eles mesmos e suas capacidades, experimentam dificuldades significativas na vida, é mais difícil para eles alcançar um sucesso significativo, eles estão constantemente tentando causar aprovação do exterior não consegue entender o que eles querem.

É por isso que é tão importante erradicar o sentimento nascente. insegurança sobre seu filho o mais rápido possível.

Como entender se seu filho está confiante

Observe e pondere como a casa da criança se comporta, em jardim de infância ou escola, com colegas.

Se a criança fala em voz baixa, mesmo que não exija situação, muitas vezes morde unhas, ajeita roupas sem visibilidade causa, lambe os lábios, então esses são pequenos sinais de indecisão, incertezas e complexos.

Aqui estão mais alguns sinais de incerteza comportamento:

  • a criança desvia o olhar ao conversar com uma pessoa;
  • tentando fugir da resposta de um adulto;
  • muito desconfiado, irritado com a presença de outros pessoas
  • muitas vezes zangado com estranhos;
  • medo de não lidar com as instruções de um adulto e não quer assumir auto-responsabilidade;
  • medo de dificuldades e sempre escolhe as coisas mais facilmente;
  • entre em pânico antes de fazer coisas novas;
  • tem vários medos e até fobias;
  • hesita em conhecer e conversar com novas pessoas;
  • não tem opinião própria;
  • Ele escreve e desenha muito bem, pressionando levemente um lápis;
  • às vezes mostra agressão e se comporta de maneira irracional;
  • desleixo.

Se pelo menos alguns deles aparecerem no seu filho dos sinais listados, você deve começar a trabalhar próprios erros na educação e deve se desenvolver no Chade autoconfiança.

Muitas vezes, crianças tímidas e incertas conseguem se exercitar irritação em relação a animais de estimação e entes queridos. Tendo amadurecido, essas crianças entendem que não alcançaram nada em vida, demonstre o mal aos outros, acusando-os de todos problemas.

Svetlana Voitenko, psicóloga infantil: “Autoconfiança – Este é um conceito muito amplo. Seu desenvolvimento é promovido por visão de mundo, auto-estima, auto-estima sustentável, fé na própria oportunidades etc. A autoconfiança é formada, antes de tudo, pais, educação familiar adequada. Claro, importante e relacionamentos com colegas, adultos e geralmente escola a atmosfera. Se uma criança tiver problemas na escola, converse com professor ou psicólogo escolar “.

Se uma criança ficou incerta, ela pode ser inerente tais características:

  • isolamento;
  • falta de comunicação;
  • timidez;
  • imitação cega de uma criança confiante;
  • dificuldade em entrar em contato com estranhos;
  • baixa auto-estima;
  • retardo, teimosia.

De onde vem a incerteza?

A causa mais comum de insegurança infantil é a paternidade e o tratamento da criança na família e seu ambiente imediato. Mesmo o mais pais amorosos às vezes cometem erros, acreditando que agem de interesses da criança. Considere os principais fatores que afetam as crianças determinação e confiança.

criança

Os pais são pessoas inseguras.

A maneira como os pais olham para o mundo e para diferentes situações, depende de sua própria visão de mundo e comportamento. Se uma criança reiterar sem parar: “É melhor não tomá-lo, mas de repente você perde” “” E se não dá certo, então “,” não se intrometa, senão poderia ser pior “, então na compreensão da criança, esses padrões de pensamento se tornam comuns. Ele decide isso para sua própria segurança, para não olhar estúpido, para evitar perdas e punições, é melhor não aceitar qualquer negócio, evite a responsabilidade.

A indecisão não é herdada, mas pode muito profundamente sentar no subconsciente. Criança projetando comportamento e palavras pais, reduz a auto-estima, considera a inação o melhor uma escolha

Leia também: como aumentar a auto-estima criança

Portanto, mesmo que você seja naturalmente tímido, indeciso, tente não mostrar essas qualidades, não diga à criança que ela pode ser derrotada porque não forte o suficiente e inteligente. Pelo contrário, tente dar à luz uma criança iniciativa, lutando por coisas novas.

Se os pais estão muito confiantes, consideram-se os mais inteligentes e habilidosos, não toleram desafiar suas ações, então a criança torna-se incapaz de tomar decisões independentes.

Percebe-se que os primogênitos da família geralmente sofrem de baixa auto-estima, têm mais problemas de comunicação com os outros do que seus irmãos e irmãs mais novos. O fato é que quando a casa aparece primeiro filho, os pais têm muitas preocupações com ele sobre. Ansiedade dos adultos em relação ao quanto eles lidar com suas responsabilidades parentais, transferidos para a criança.

Críticas constantes, comparação, punição.

Se você critica constantemente uma criança, ignore os elogios suas realizações, condenam a escolha do bebê, não valorizam muito seus amigos proibir, exigir a realização perfeita de tudo pelo qual a criança tomado, você inevitavelmente nutre nele uma sensação de insegurança, medo de empreender negócios significativos.

Derrubando um grito, muitas vezes punindo um bebê, você contribui para isso isolamento, alienação, matar a autoconfiança e o bem relações entre pessoas. Medo frequente, juntamente com o bullying da maneira mais negativa afeta a psique de uma criança. Comparando-o com outros, garantindo que haja mais forte, mais inteligente, linda, você reduz a auto-estima dele. Uma criança pode facilmente fechar-se em suas experiências e medos de ser um fracasso, e como resultado, deixa de se desenvolver normalmente como pessoa, em a vida adulta não tem vida pessoal, não constrói carreira, ainda se considerando indigno e incapaz.

Realização de seus sonhos não realizados, planos e desejos.

Suponha que a mãe quis se tornar um músico famoso a vida toda, mas por causa do meu primeiro amor, abandonei uma escola de música e para sempre rompeu com seu sonho e depois com seu primeiro amor. Agora Mãe, sem perceber, decidiu que seu filho era simplesmente necessário educação musical e mandou o bebê aprender a tocar, por exemplo, em um violino, sem considerar a falta de desejo e desejo uma criança Pai na infância foi ofendido por homens fortes e saudáveis, e agora, ele insiste em boxe e artes marciais para a criança.

Considere escolher o caminho de uma criança ao longo da vida, esteja você projetando seus próprios desejos, você considera habilidades, inclinações e aspirações do bebê.

Falhas na vida social.

Entrar na equipe infantil, primeiro jardim de infância, depois escola a criança aprende a se realizar como personalidade, individualidade, busca maneiras de interagir com colegas. Portanto, falhas e erros cometidos comunicação, entrar na companhia errada, zombaria e ridicularização de inimigos, amor não recíproco, etc. muito hiperbolizado por crianças, causando um mar de emoções. Se a família não ajudar a tempo de sobreviver problemas do seu filho, eles podem provocar desenvolvimento dúvida própria.

criança insegura

Não está em conformidade com os padrões.

O mundo ao nosso redor impõe muitos estereótipos e padrões a nós. A psique das crianças sensíveis é muito suscetível de críticas por sobre aparência, nacionalidade, religião. Aspiração tornar-se como todo mundo apaga a individualidade e o desejo mude infinitamente a aparência, oculte falhas absurdas de figuras, causa muitos complexos. Sem o apoio dos entes queridos, esses complexos só vai crescer.

Em nenhum caso você deve insultar ou humilhar uma criança, deixe os outros fazerem isso. Diga a seu filho com mais frequência que você está acredite nele e realmente ame!

Como ajudar seu filho a se tornar mais confiante

  • Não compare. Comparando seu próprio filho com os outros, não em termos de “oh, como você e Lena se parecem”, mas, por exemplo, “Lena pode fazer a lição de casa por um longo tempo, e você você não se tornará independente de forma alguma “ou” é uma pena não ir para todo mundo já pode, mesmo a pequena Petya “, levar a um discreto auto-estima da criança. Deixe o bebê perceber que ele é quem ele é e você o valoriza dessa maneira. Você pode comparar com ele, ontem hoje “Hoje você está bem, ontem você não tudo deu certo, mas você tentou continuar “;
  • Aprecie na criança o que ela possui. Para o desejo de crescer no Chade as melhores qualidades e habilidades, você Você pode não perceber como sente falta do que é dado à criança. No seu o bebê ainda está por vir, ele ainda aprenderá tudo, o encorajará e o louvará precisa hoje, pelo que ele já sabe e se esforça para mostrar a você. Elogie por pequenas vitórias, porque para uma criança elas podem ser muito significativo. Mostre interesse nos assuntos dele, sucessos e fracassos;
  • Acredite no bebê. Nunca conte a uma criança que ele é estúpido, sem talento, sem talento. Não conduza a si mesmo de tais pensamentos, você acredita no sucesso da criança e deseja a ele o melhor. Diga à criança que ela é especial, manifeste sua confiança em seu sucesso;
  • Dirija a criança sobre as ações necessárias, mas com cuidado. Quando a criança recolhe um quebra-cabeça de 50 elementos, oferecer-lhe um quebra-cabeça de 70, então – de 100. Se com um novo o “passo” que ele não faz muito bem, encontre um mais simples imagem de quebra-cabeça;
  • Deixe seu filho saber que sua mãe pode estar enganado: “Ehh … o que eu fiz. Agora eu tenho que comece tudo de novo. “Diga a ele que você também precisa de suporte: “Seryozha, eu realmente preciso do seu apoio agora. Abraça-me”;
  • Críticas com moderação. Não exagere nas críticas, lembre-se sempre de que a quantidade de elogios deve exceder as críticas observações. Nunca critique uma criança com pessoas de fora, não discutir suas falhas;
  • Critique não a criança, mas seu comportamento. Por exemplo, digamos que beliscar é ruim, não filho é ruim um garoto. A segunda opção reduzirá drasticamente a auto-estima da prole, enquanto o primeiro não a afetará;
  • O direito de voto e escolha. Dê bebê oportunidade de participar da construção de sua vida, ouça sua opinião, muito cuidadosa e imperceptivelmente corrige seus pontos de vista. Ensine o bebê a expressar uma opinião, deixe-me discutir com você algumas vezes, não destruindo sua autoridade;
  • Defina tarefas executáveis. Não baixar a criança para que ela não tenha tempo para si mesma, seu hobby e amigos Você também não precisa reivindicar o impossível para o bebê. “Eu vou escrever por seção, se você puxar 15 vezes “,” para que até a noite todo o livro estudado e recontado “;
  • Incentive a comunicação e a amizade. Não isole uma criança de colegas, pelo contrário, convida seus amigos para visitar, organizar festas infantis, deixar ir em um evento seu bebê
  • Não compare os traços de caráter do seu uma criança com as qualidades das crianças que você tem em casa;
  • Incentive seu filho a brincar com crianças mais novas filhos Isso lhe dará confiança em suas habilidades;
  • Fale sobre seus sentimentos. Não esqueça repita para a criança que você a ama e valoriza ele e ele O bem-estar é importante para você. Ensine seu filho a estar com você frank, se interessar por seus assuntos, perguntar sobre o humor e sentimentos. Dedique tempo ao bebê, brinque, estude, participe lugares divertidos;
  • Não grite ou bata. Sanções semelhantes capaz de matar a confiança, o amor e a auto-estima na criança;
  • Incentive a iniciativa de seu filho a superar timidez, observe e avalie a tempo;
  • Seja consistente e lógico. Controle suas próprias experiências negativas que pode resultar em comportamento ilógico. “Fez lição de casa logo depois da escola – é ruim, porque não tive tempo de lavar a louça, lavei mais tarde, mas conseguiu lavar, pena, quando agora você tem tempo aprender “;
  • Fale de coração para coração com seu filho, dê a ele a oportunidade para conversar, compartilhar dolorido. Pergunte a ele se ele não diz nada. Faça com muito tato e calor.

Qualidades que caracterizam uma criança autoconfiante

  • Capacidade de ser um líder;
  • Percepção adequada de críticas;
  • A capacidade de proteger a si mesmo e aos outros;
  • Estabilidade emocional;
  • Artistry.

Se você é realmente um pai amoroso, então você certamente encontrará uma abordagem para a criança, corrija ou não permita erros na educação e nos relacionamentos. Seu amor e desejo por a insegurança do seu filho prevalecerá.

Também lemos:

  • 12 dicas para criar uma criança confiante
  • 10 dicas para ensinar seu filho a acreditar em si mesmo e em nada ter medo
  • Como criar e criar uma criança otimista?
  • Como superar os períodos de crise da infância e juventude e nutrir confiança e independência em uma criança
  • Mau conselho: como criar uma criança insegura

Recomendações: como criar um adulto bem-sucedido de uma criança

criança confiante

  1. Se você quiser mudar algo na criança, comece por você. Lembre-se, as crianças copiam os pais.
  2. Elogie seu filho pelo sucesso e não o repreenda pelo fracasso.
  3. Diga ao seu bebê o que é bom, não o que não é fazer.
  4. Faça fórmulas de sugestões curtas com seu filho como: “Eu o melhor, “eu sou bem sucedido.”
  5. Aprenda a substituir pensamentos negativos por positivos. Se o bebê não estiver sabe cantar lindamente, diga a ele: “Mas você desenha bem!”.
  6. Diga com mais frequência ao bebê como você o ama que gosta dele acredite.
  7. Apoie todos os esforços do seu bebê, mesmo que eles apareçam estranho para você.
  8. Tente ser sempre objetivo em relação a diferentes as ações do seu filho.

Vídeo: Como criar autoconfiança e autoconfiança nas crianças? Parentalidade. Escola da mãe

Like this post? Please share to your friends:
Leave a Reply

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: